Normalidade

Postado por: Luísa Pinheiro 

Férias não tem jeito. Eu sempre paro pra pensar sobre a minha vida e o que está acontecendo ao meu redor e tenho percebido como deixamos de ser nós mesmos muitas vezes. Pode ser por timidez, repressão eu até falta de coragem mesmo.


Uma vez eu estava assistindo um programa e nunca mais esqueci quando um dos personagens disse que antes de amar alguém era necessário amar a si mesmo. Na época não entendi muito bem o que o personagem queria dizer, mas agora que que entendo. Estar focado em fazer alguém feliz e esquecer de quem você é. Quando foi que passamos a nos importar com o que pensam de nós? Porque não podemos vestir o que queremos, dançar daquele jeito engraçado, falar sobre ideias sem que sejamos alvo que piadinhas? Desde quando ser "normal'' é mais importante que sermos nós mesmos?


Tem uma frase do Charles Chaplin que eu gosto muito que diz assim: "A vida é uma peça de teatro que não permite ensaios. Por isso, cante, chore, dance, ria e viva intensamente, antes que a cortina se feche e a peça termine sem aplausos".

Acho que temos que aproveitar cada segundo de nossa existência pra que lá no final possamos dizer um lindo "valeu a pena" e viver apenas a melhor versão de nós mesmos.


Então eu te deixo com essa frase: 


"Ser você mesmo em um mundo que está constantemente tentando fazer de você outra coisa é a maior realização que pode existir".


Acompanhe o Twitter do blog
Me acompanhe no Flickr e no Instagram

9 frases para saber de cor

Postado por: Luísa Pinheiro

Oi, pessoal sabemos que nós estamos sumidas a um tempo aqui do blog, mas foi por um bom motivo: estudos. Mas calma! Não vamos parar com o blog não!
 Então vamos lá:

Desde novinha eu sempre gostei de ter em mãos todas as frases, poemas e versos que eu gostava, então passei a anotar tudo o que eu achava legal em uma espécie de diário, assim como eu contei aqui

Algumas frases me chamaram mais atenção que outras. Às vezes por consideração de onde elas vieram, algumas me trouxeram lembranças e outras realmente trouxeram algum significado especial para mim.

Por ser assim, colecionadora de frases, resolvi compartilhá-las com vocês pra usar como capa no Facebook, de plano de fundo, compartilhar com os amigos e a onde mais quiser e dessa forma, carregá-las sempre com você!


Leandro Karnal 


Essa frase peguei em um lugar mais improvável. Meu professor de português passou um video na aula dele que falava sobre Hamlet. Confesso que não estava entendendo muito bem, mas quando ouvi esse trecho parece que tudo fez sentido e nunca mais esqueci dela! 

Devemos ser o contrário do que o mundo quer que sejamos porque hoje o mundo está de cabeça para abaixo e acabamos nos perdendo nesse caos.


O Pequeno Príncipe


Impossível não nos apaixonarmos pela história do Pequeno Príncipe que a cada trecho nos faz refletir ainda mais sobre como somos e como queremos ser e acho que foi por isso que essa frase me marcou tanto. As vezes devemos parar de enxergar tudo pelas aparências e procurarmos (nos) conhecer melhor.


Um Amor Para Recordar


Dois filmes mararam minha infância: Harry Potter e Um Amor Para Recordar. Lembro que quase todas as tardes (sem exagero) eu assistia esse filme. Chorei horrores. Gosto muito dessa frase porque ela me faz querer ser eu mesma e querer não me importar com o que pensam de mim.


O Lado Bom da Vida


O Lado Bom da Vida é um filme que eu nunca esqueço por motivos de pela primeira vez ter gostado mais do filme que do livro.

Esse trecho me conquistou, pois estamos sempre tão focados em ver os defeitos dos outros que esquecemos dos nossos.


As Crônicas de Nárnia


Em As Crônicas de Nárnia ela é relacionada à própria história do filme, mas se parar pra pensar isso acontece nas nossas vidas também, porque muitas vezes queremos que algo acontece outra vez e quando acontece não nos sentimos totalmente felizes como imaginamos.


Eleanor Roosevelt



No momento nada supera essa. Nada representa mais como eu sou e como eu quero ser. Não há muito o que dizer, somente que as vezes devemos deixar as coisas fúteis de lado e tentar fazer alguma diferença, mesmo que seja com coisas simples. Ter um objetivo como esse me deixa muito feliz. 



Henry Ford



Não devemos nos deixar abalar por nada. Sempre temos que nos manter positivos. Mesmo que o mundo te diga não, diga sim, porque se você acha que é capaz, então você é capaz.


A Menina Que Roubava Livros


Não tenho muito o que comentar sobre essa frase, só que eu amo ela demais já que é de um dos meus livros / filmes preferidos 


Apaixonada Por Palavras


Quem nunca quis que alguém gostasse de você do mesmo jeito que você gosta dessa pessoa? Esse trecho é de um livro de crônicas da Paula Pimenta que eu e Marina já mencionamos aqui.

Gostou dos trechos ou das fotos desse post? Conta pra mim!

Acompanhe o Twitter do blog
Me acompanhe no Flickr e no Instagram

Além das expectativas

Postado por: Marina e Luísa

Quem no mundo não tem nem um pouquinho de problema com expectativa? Nem uma gotinha? eu duvido. Pois, nós admitimos para os leitores desse blog que temos sérios problemas por criar expectativa demais e nos decepcionar.

Porém, todavia, no entanto dessa vez foi diferente. Estávamos animadas, porém nossas expectativas não eram tão altas e no final nos surpreendemos verdadeiramente. 

Essa é uma das coisas mais legais da vida, ser surpreendido com boas coisas, ir além das expectativas, dos planos e essas coisas todas. E isso foi o que aconteceu no nosso feriado de carnaval. Estão preparados?

Algumas semanas antes do feriado, conversas indo e vindo, acabamos decidimos por fazer um acampamento na casa de uma amiga - que logo nomeamos de AcampaDentro - . Criamos um grupo e planejamos tudo.

Tudo começou tranquilo -até demais-. No primeiro dia, montamos nossas barracas à beira da piscina e conversamos bastante a noite inteira e é claro que não podia faltar uma boa comida, muita música e risada! 

Já no dia seguinte começamos a nos animar ainda mais com piscina, fogueira - sim, fogueira! - e muito videogame, nada como uma boa partida de ToweFall. A partir daí já percebemos que teríamos um dos melhores feriados.






Nos dias que seguiram tivemos ainda mais diversão. Dançamos, cantamos, jogamos, comemos - até demais - e não podia faltar muita conversa sendo jogada fora. Quando o último dia do nosso AcampaDentro chegou, ao invés de ficarmos tristes pelos cinco dias maravilhosos que estavam acabando, nos distraímos com a nossa maquiagem especial e um pouco extravagante, afinal no carnaval pode




Este post é a prova viva que não há nada melhor do que reunir as pessoas que gostamos e simplesmente estar perto delas porque elas nos fazem bem.  

Devem estar pensando que fomos embora chorando não é? Mas a verdade é que no fim do ultimo dia agradecemos bastante por termos tipo a oportunidade de estar com pessoas tão bacanas em um tempo tão especial. Nada mais bonito que gratidão!


Quer nos ajudar a melhorar o blog? Escreve pra gente! 
Nossopequenodiariodebordo@gmail.com
Acompanhe o Twitter do blog

Literatura 40°

Postado por : Luísa Pinheiro

Uma das coisas que eu mais gosto na vida é ler. Eu tento evitar nos períodos de aula - as vezes sem sucesso - de ler algum livro porque tenho medo de atrapalhar meus estudos, mas agora nas férias que tenho mais tempo estou colocando as minhas leituras em dia, amém!

Nas férias gosto de ler livros um pouco mais curtos e descontraídos, então fiz essa listinha abaixo dos livros mais amorzinhos que eu tenho na minha estante:



Um País Chamado Infância:

O primeiro livro que eu peguei na biblioteca da escola na minha vida. Foi amor a primeira leitura! Um livro cheio de crônicas engraçadas e que tem tudo a ver com o que algum de nós já passamos. O bom desse livro é que cada crônica tem no máximo quatro páginas então dá pra ler rapidinho!


Pequeno Príncipe:

Ok, provavelmente você já leu esse livro, mas ele não podia faltar nessa listinha! O pequeno príncipe que vive várias aventuras em seu planeta B612 e faz uma viagem pra Terra, a onde conhece várias coisas novas. Quem nunca quis assistir a quarenta e três pores do sol junto com o princepezinho?



Os Treze Porquês:

Fazia mais de um ano que eu estava procurando este livro pra comprar e só consegui achar agora em Dezembro, por isso fiquei com medo das minhas expectativas estarem muito altas, mas na verdade esse foi um dos livros mais incríveis que eu já li. É sobre um garoto que acha uma caixa cheia de fitas cassete da sua porta e depois descobre que elas foram gravadas pelo seu amor platônico e contém os 13 motivos para ela ter cometido suicídio.



Apaixonada por Histórias:

Outro livro de crônicas que é puro amor é este aqui e é impossível não se identificar com cada frase que a autora diz no livro! Capa linda e conteúdo mais lindo ainda. É um livro pra se ler mais de uma vez e tantas mais!


O Menino do Pijama Listrado:

Além do filme emocionante com o mesmo título também tem o livro que é muito bom! A Alemanha nazista e o holocausto dos judeus são cenários da amizade proibida de dois garotos muito diferentes. Um livro recheado de inocência e amizade e que nos faz pensar sobre as nossas atitudes.Vale muito a pena a leitura!


Eleanor e Park:

Esse livro me conquistou já pela capa, mas quanto mais eu ia lendo mais eu me apaixonada pelo livro. Resultado: virou um dos meus favoritos! Uma história totalmente diferentes dos romances adolescentes dos livros cor-de-rosa. Dois adolescentes "normais" vivendo suas vidas "normais" se conhecessem em um ônibus e se aproximam cada vez mais. A prova perfeita de que os opostos se atraem!


Existem uma imensidade de livros bons que não estão na lista, mas se eu falasse de todos eles o post não ia acabar nunca, né? Por isso como tempo irei falando mais um pouquinho sobre eles!



 Acompanhe o Twitter do blog
Me acompanhe no Flickr e no Instagram

Rolê de verão 2016

Postado por: Marina e Luísa
Poucas coisas amamos mais do que sair por aí sem destino. Acordar cedo sem um plano certo, mas sabendo que vamos parar em algum lugar e com boa companhia, assim se faz um dia perfeito.

Pra quem nunca fez isso não sabe o que está perdendo! Planos são legais e importantes mas de vez em quando devemos abrir mão disso e arriscar. Arriscar um lugar novo, experimentar uma comida diferente ou até mudar de opinião. Uma dica e proposta: esqueça os planos, pelo menos por um dia. 

Nosso destino era a praia. Qual praia nós não sabíamos ao certo, mas fomos parar na que tinha a vaga do carro separadinha para a gente, o lugar perfeito para colocar o guarda-sol novo e pertinho do mar. A água era gelada e o tempo não estava tão ensolarado mas isso eram mínimos detalhes para um dia inteiro que tínhamos em frente.




Acabamos por parar de praia em praia. Passamos por uma, terminamos em outra e quando achávamos que estávamos indo pra casa acabávamos por parar em algum outro lugar. Taí coisas na vida que realmente vale a pena. E isso queremos para sempre!


Hoje temos algo inédito para vocês. Nossos momentos desse dia além de foto, também foi registrado em vídeozinhos e que acabamos por juntá-los. 

Espero que isso dê certo e perdoem nossos errinhos e algumas falhas, é a primeira vez que fazemos algo assim. 



"Wind in my hair, I feel part of everywhere."
"Vento em meus cabelos, me sinto parte de todos os lugares."

Esperamos que tenha uma parte dois desse "rolê de verão."

Quer nos ajudar a melhorar o blog? Escreve pra gente! 
Nossopequenodiariodebordo@gmail.com
Acompanhe o Twitter do blog

Querido diário

Postado por: Luísa Pinheiro

Quando eu era pequena - mais do que hoje -  eu sempre admirava minha irmã escrevendo em um caderninho. Ela escrevia as frases que mais gostava e um dia ela me deu o caderninho. Fiquei tão feliz que comecei o meu, pegando as frases dela e juntando com as minhas.

Hoje meu caderninho não existe mais, porque o atualizei e tirei as frases que já não faziam mais sentido pra mim. Estou na minha 3ª edição - haja paciência para reescrever tudo - e como acabei de passar tudo a limpo resolvi compartilhar com vocês!



Esse caderninho acima é um Moleskine e é perfeito pra cada tipo de pessoa porque você acha dele pautado, sem pauta, de capa dura ou mole, temático, etc.


No meu caderninho - vulgo diário - eu escrevo trechos de livros, frases de filmes, seriados, coisas que eu ouço por aí e até mesmo algumas citações do Facebook! Eu também anoto poemas que eu gosto, como este do Paulo Leminski que é em formato de um coelho de lado!!


Nunca gostei muito daqueles diários que você escreve o seu cotidiano e seus pensamentos, mas considero esses caderninho de frases meus diários, já que querendo ou não cada frase tem um significado pra mim.


A única coisa que penso é o que vou fazer quando o meu caderninho acabar. Será que terá uma 4ª edição? Vamos esperar pra ver.

 Acompanhe o Twitter do blog
Me acompanhe no Flickr e no Instagram

Bons tempos para mudanças

Postado por: Marina Bonela
Primeiramente, perdoem a ausência e não desistem de mim. Tem um bom tempo que quero escrever e nunca chego a uma conclusão de o que/como escrever. Acho que agora vai. Espero. 

Bom, eu não sei nem por onde começar para esse post não ficar chato e clichê. Mas vou dizer o que eu acredito e desejo para todos nesse novo ano. 

Começo de ano é tempo de mudar, tempo de lembrar e de planejar. Eu duvido que exista alguém que não pense no seu ano todinho e não planeje novas coisas para o próximo. E sobre as mudanças? elas devem ser bem vindas. É necessário mudar -melhor ainda- saber que precisa mudar e arrumar algumas coisinhas que estão fora do lugar. 

Tem gente que faz faxina de final de ano -eu- arruma os armários e retira aquilo que está sendo inútil. Só não podemos esquecer de faxinar o coração, afinal tem coisas dentro da nossa vida que também são inúteis. Acabar com aquela mágoa, perdoar, esquecer, recomeçar e mais um tanto de palavras que poderíamos escrever e que eu tenho certeza que você sabe quais. Como diz o provérbio: Guarde o teu coração pois dele procedem as fontes da vida. Nos não vamos conseguir boas coisas com amargura, o que a gente planta a gente colhe. 

E o que eu digo e repito se for preciso: não pare e não desista. Se o que você quer não deu certo em 2015, persista se for o teu sonho. Mas tenha certeza e não orgulho.



Enfim, eu comecei o ano do jeito que eu gosto. Família, praia e amigos. Só pra lembrar caso a sua ficha ainda não tenha caído, já é verão! Sun, sun, sun, here it comes! 

E assim como diziam os Smiths: Good times for a change. 

Feliz 2016!

Acompanhe o Twitter do blog
Me acompanhe no twitter e no instagram

Pesquise